Mais de 500 médicos cubanos foram recontratados pelo Ministério da Saúde

O progama Mais médicos, criado no Governo Dilma cujo objetivo é suprir a carência de médicos nos municípios do interior, recontratou 523 médicos estrangeiros para subrir a demanda por causa da pandemia do novo coronavírus.

Os médicos recontratados estão entre os cerca de 2.000 que continuaram no páis apesar do fim da parceria entre o governo brasileiro e o cubano. Por conseguinte, o diploma estrageiro de médico acabou se tornando invalido e muitos tiveram que atuar em subempregos.

“Estamos prontos para atender as pessoas, ainda mais neste momento em que os postos não têm médico e a população mais precisa”, disse Maireilys Alvarez Rodríguez, médica cubana.

Com issso, esses profissonais serão recontratados em 354 municípios para ocupar a falta de profissionais da saúde.

Categoria(s): Social.

Comente: