Mais de 20 pessoas denunciam médico por abuso sexual durante consulta

O nutrólogo Abib Maldaun Neto, denunciado por pelo menos 20 pacientes que o acusam de cometer supostos abusos sexuais durante consultas médicas, foi afastado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp).

O caso foi revelado pelo programa Fantástico, da TV Globo, no domingo (27). O caso levantou a suspeita das autoridades — o Ministério Público abriu uma investigação. A primeira denúncia feita contra o médico foi feita em 2012. A vítima disse que, à época, foi orientada a esperar que o nutrólogo cometesse mais abusos. “Agora não acontece nada, pois é a sua palavra contra a dele”, teria dito um funcionário do Cremesp.

De lá para cá, somou-se mais de 20 denúncias contra o médico, e só agora o caso vem à tona e as autoridades tentam tomar providências. As vítimas alegam que grande parte desses casos poderiam ter sido evitados caso a primeira denúncia tivesse sido apurada.

Em 2016, quatro anos após a primeira denúncia, Abib Maldaun Neto recebeu a maior honraria da cidade de São Paulo pela trajetória como médico: a Medalha Anchieta. A própria Cremesp o nomeou como perito especialista em medicina legal, mesmo com as denúncias.

Categoria(s): Nacional.

Comente: