Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua

Centenas de pessoas em situação de vulnerabilidade no Belém foram recebidas pelo Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, desde o último fim de semana.

O acolhimento tem como objetivo principal a prevenção de novos contágios pelo Covid-19, novo coronavírus. Até a manhã desta segunda-feira (23), foram registrados cinco casos no Pará. A fim de auxiliar essas pessoas, foram doados roupas, alimentos e insumos de material higiênico por empresas e ONGs.

Entre elas, a Magazine Luiza fez uma grande doação. A rede varejista ajudou com 1.000 colchões, além de 1.000 travesseiros, para o conforto das pessoas em condições de risco. “Nossa presidente [Luiza Trajano] já faz essas ações em outros Estados, e estamos muito contentes em poder auxiliar o governo do Estado neste momento preocupante”, disse o gerente do centro de distribuição do Magazine Luiza, Adriano Almeida.

Além da empresa, a rede varejista Mais Barato doou 1.000 cestas básicas. “Todos nós, do grupo, montamos uma força-tarefa e vimos de que forma poderíamos ajudar. Decidimos por doar as cestas básicas e também abrir nossas lojas, para que as pessoas possam doar e depois trazermos para cá (Mangueirão)”, afirmou Igor Souza, diretor de Marketing da rede Mais Barato.

 O Mangueirão foi escolhido por ser, justamente, ideal para abrigar e ‘diluir’ as aglomerações. “[Seu tamanho] permite que tenhamos a utilização dos espaços existentes no estádio, bem como áreas de circulação, para que não haja concentração em áreas fechadas”, explicou o governador Helder Barbalho. “Quero agradecer a todos os servidores do Estado e voluntários que estão nos ajudando neste momento. E, não menos importante, agradeço ao povo do Pará, que atendeu ao nosso apelo e já está doando colchões, travesseiros e materiais de higiene”, concluiu.

Da Redação.

Categoria(s): Social.

Comente: