Mãe quer doar filha de 7 meses ao Conselho Tutelar: “Não aguento mais ver ela passando fome”

Uma jovem mãe de 17 anos vive um drama. Ela se encontra sem emprego e diante da difícil situação que tem enfrentado, começou a cogitar a entrega do própria filha para o Conselho Tutelar. Segundo a mãe, ela não aguenta mais ver a bebê de 7 meses passando fome.

Ela mora com o marido, mas ele ganha muito pouco, apenas o suficiente para pagar o aluguel, a água e a energia. Por conta disso, a geladeira da casa está quase sempre vazia. Ela também afirmou que sua mãe não tem condições de acolher a neta, e por isso tem cogitado entregá-la ao Conselho.

“Tem dia que ele( o marido) tem que vender os passes dele, do serviço, para a gente comprar comida. O arroz mesmo que a gente tem hoje, foi doado” Desabafou a jovem.

Diante da situação, o Conselho Tutelar da região de Goiânia, onde a família vive, foi notificado. A instituição disse que reconhece a profundidade da questão social desta família e que tomará as providências para ajudá-la. Também foi exaltado o cuidado que os pais têm com a criança, que está sendo muito bem cuidada, mesmo diante de tantas dificuldades.Com a repercussão do caso, população também se mobilizou para ajudar a família.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: