Mãe de Eliza Samudio pede ajuda na internet após o marido ficar em estado vegetativo

Depois de perder a filha de uma forma trágica, a mãe de Eliza Samudio, a Sônia Moura, luta agora para lidar com a situação de seu marido. O esposo Hernane Silva de Moura, de 52 anos, está em estado vegetativo após várias paradas cardiorrespiratórias. Ele era o único provedor da família e Sônia agora pede ajuda para custear os gastos da casa.

Ela cria com o marido o Bruninho, filho de Eliza com o goleiro Bruno. Segundo Sônia, o marido sempre foi a referencia de pai para Bruninho. Ela revelou no inicio deste ano que o menino nunca recebeu uma pensão nestes 12 anos, além de nunca ter tido contato do pai biológico.

“A referência de pai para Bruninho é só o Hernane, porque ele não tem outro pai. Esse era o pai que era provedor, que levava ele para os treinos, jogos. É o pai que sempre saía com ele, levava ele na pescaria quando ele queria pescar. Era companheiro, amigo”, relata Sônia.

Hernane sofreu a primeira parada cardíaca em 1° de março. A reanimação durou 40 minutos, mas ao chegar no hospital teve uma nova parada que durou 20 minutos. “Ele ficou nove dias entubado, depois começaram a fazer a retirada da sedação, ele começou a interagir com a gente e depois ele foi mandado para o quarto, na quarta-feira [30 de março]”, diz Sônia. Mas dois dias depois, Hernane sofreu uma nova parada cardíaca que o deixou sem oxigênio no cérebro. Isso o deixou com sequelas neurológicas graves.

“Simplesmente a gente vai lá, conversa [com ele], mas ele passa a maior parte do tempo dormindo. Ele não tem reação nenhuma, você fala, ele não responde, a única coisa que ele faz é abrir e fechar os olhos. […] Mas, a gente crê que para Deus nada é impossível”, diz a mãe de Eliza.

Com o marido nessa situação, Sônia pede ajuda nas redes sociais. “Não é fácil pedir ajuda, mas em meio à dor e sem recursos, pois como todo trabalhador honesto deste país, não tínhamos nenhum recurso guardado, o mínimo que havia foi gasto nestes 45 dias, apelo para quem puder contribuir”, escreveu Sônia na publicação da vaquinha. O dinheiro será para pagar os “gastos com todas as despesas, com aluguel, comida, energia, remédio até conseguir novamente sobreviver a esta tragédia”.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Categoria(s): Destaque.

Comente: