Mãe de criação da filha adotiva de Agnaldo Timóteo disse que família do cantor nunca gostou da jovem

Uma notícia tem sido destaque nesta semana, Isso porque depois do falecimento do cantor Agnaldo Timóteo,em abril deste ano, seus familiares começaram a brigar entre si para ficar com a herança. Além disso, a filha adotiva do artista foi expulsa da casa do artista pois eles não aceitavam a menina como parte da família. Mas hoje quem resolveu falar sobre toda a situação, foi a mãe de criação da filha adotiva de Timóteo.

Segundo o portal R7, a mãe de criação de Keyty Evelyn, de 14 anos, resolveu dar sua primeira entrevista sobre o caso. A criança vivia com o cantor desde os 2 anos de idade, o processo de oficialização da adoção foi interrompida, pois Timóteo foi infectado pelo coronavírus e vindo a falecer em seguida. Atualmente, o advogado do cantor está tomando conta da criança, enquanto a advogada Maria Lúcia Vieira está lidando com o caso.

Em entrevista para o R7, Maria do Rosário , mãe de criação de Keyty, informou que Timóteo amava a filha incondicionalmente. Entretanto, os seus familiares rejeitavam a criança. Após várias brigas, o testamento de Agnaldo Timóteo deixou parte dos bens e todos os direitos autorais do cantor, para Keyty. A mãe da menina também informou que a familia do artista trancava os pertences do cantor para que a jovem não tivesse acesso.

No final da entrevista, Rosário informou que um dos familiares da artista encerrou o contrato dela como faxineira, e disse que Keyty tinha que procurar a família dela, pois Rosário não era a responsável por ela.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque, Nacional.

Comente: