Luciano Huck se sensibiliza, presta apoio à repórter feita de refém e desabafa: “Covarde”

O apresentador Luciano Huck se manifestou e prestou solidariedade à repórter feita de refém na Globo.O episódio de tensão tomou os jornais nesta quarta-feira, dia 10, pois a jornalista Marina Araújo teve uma faca apontada para si durante todo o ato.

Huck externou o seu apoio a Marina e desabafou.Ele caracterizou o episódio como covarde:

“Minha solidariedade à repórter Marina Araújo, feita refém hoje na
Rede Globo. Episódio covarde, triste, deplorável. Espero que ela esteja bem. Uma barbárie contra todos nós da comunicação. Marina Araújo representa a imprensa, que defende uma sociedade livre, pacífica e democrática.”Disse Luciano.

O homem que invadiu a emissora portava uma faca e fez a jornalista Marina Araújo de refém enquanto exigia falar com Renata Vasconcelos, a apresentadora do Jornal Nacional.Grandes nomes da emissora tentaram negociar com o suspeito, até que a própria Renata apareceu Leia Mais.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: