Connect with us

Esporte

Liberado pela Justiça, goleiro Bruno poderá trabalhar em time de futebol do Mato Grosso

...

Liberado pelo Ministério Público e da Justiça em Varginha-MG, o jogador Bruno Fernandes assinará com o Operário, de Mato Grosso. O goleiro de 35 anos, que cumpre pena em regime semiaberto, trabalhará para o time.

Bruno, de 35 anos, foi condenado a 20 anos e 9 meses de prisão por sua participação no sequestro e assassinato de Eliza Samudio.

O time do Mato Grosso ainda não definiu o dia da chegada do goleiro. Pretende-se que seja nesta terça-feira (21), depois da estreia da equipe no Campeonato Mato-grossense, às 20h10, contra o Poconé,  no estádio Dito Souza.

O Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso (CEDM/MT) foi contra a contratação. Segundo o órgão, alguém que tenha sindo condenado a homicídio não deve ser tratado como ídolo.

“Somos contra porque o futebol tem uma função social, que ultrapassa a questão esportiva. Alcança as famílias e as crianças. Não somos contra a ressocialização, mas o esporte cria ídolos e as crianças aprendem valores com essa super exposição que o esporte proporciona. O que mais lutamos é contra o crime que ele cometeu. Em Várzea Grande, especialmente, é um dos municípios com índices mais altos de mulheres que sofrem violência e morrem todos os dias”, afirmou a presidente do CEDM, Gláucia Amaral. Está sendo organizado um protesto nesta terça-feira (21).

“Mesmo tendo cumprido parte da pena pela morte de Eliza Samudio e tendo obtido na Justiça a progressão de regime para o semiaberto, a gravidade dos crimes cometidos por Bruno Fernandes impõe que ele seja tratado com mais rigor e não como se fosse um ‘ídolo’ que merece ser disputado por clubes de futebol”, disse o Conselho.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Publicidade

Acontece Na Bahia - Copyright © 2019.