Lázaro não teria agido sozinho ao tirar a vida de família inteira em Ceilândia antes da perseguição

O caso Lázaro Barbosa ganhou novos desdobramentos e continua repercutindo nesta quarta-feira (23). Desta vez, chegou a informação de que o foragido não teria agido sozinho no episódio em que tirou a vida de 4 pessoas da mesma família.

Após tirar a vida de quatro pessoas da mesma família em Ceilândia, no entorno do DF, Lázaro fugiu e invadiu uma casa por volta das 4 da madrugada. As informações são do portal Record. Lá, ele rendeu a dona da Chácara, Silvia, de 40 anos e o caseiro. Trajado com calça jeans, camisa camuflada, chapéu e máscara, Lázaro ordenou que Silvia preparasse comida para ele.

O criminoso revirou a casa a procura de dinheiro e armas e conseguiu encontrar cerca de 400 reais. Aparentemente calmo, ele só se assustava com o barulho de animais, segundo Silvia. Durante toda a ação, Lázaro conversou com Silvia e falou sobre o que teria feito.

O foragido ligou a televisão e assistiu uma matéria sobre ele mesmo enquanto falava do ocorrido. De acordo com o próprio Lázaro, a morte das quatro pessoas da família Vidal só aconteceu porque uma delas teria reagido com uma faca. Então, por conta disso todos ali teriam morrido. Contudo, Lázaro também pontuou que não agiu sozinho na ocasião. Segundo ele, só o identificaram por conta das impressões digitais. As autoridades ainda não se pronunciaram sobre as declarações de Lázaro até o momento. Ele segue foragido.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: