Laudo aponta que Rafael foi estrangulado pela própria mãe

Rafael Winques, de 11 anos, morreu estrangulado pela própria mãe, Alexandra Dougokenski, de acordo com laudo médico do posto médico de Carazinho (RS).

O laudo refuta a assassina que teria dito ter dado uma superdosagem à criança para acalmá-la. O corpo do menino foi encontrado na última segunda-feira (25) em Planalto, interior do Rio Grande do Sul.

Teria dado dois comprimidos de Diazepam para que ele dormisse com tranquilidade. Na madrugada, ela teria acordado e verificado, segundo ela, que a criança estava morta. Como que ela tinha a certeza que a criança estaria morta e não apenas desmaiada? Ela enrolou a criança no lençol, colocou fios em alguma parte do corpo e foi arrastando, segundo ela, até a residência ao lado”, disse o delegado do caso, Joerberth Nunes.

A mãe de Rafael segue em prisão preventiva. Não se sabe a motivação do crime. A Polícia Civil está investigando o caso.

Categoria(s): Nacional.

Comente: