Connect with us

Regional

Justiça nega pedido para reduzir pena de Viúva da Mega-Sena

...

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) rejeitou o último habeas corpus pedido pela defesa de Adriana Ferreira Almeida, conhecida como a Viúva da Mega-Sena. Com a decisão, se esgotam os recursos possíveis para a ex-cabeleireira, que foi condenada pelo assassinato do marido, o ex-lavrador René Senna, em janeiro de 2007.

Adriana foi condenada em primeira instância em dezembro de 2016 a 20 anos de prisão. Ela é acusada de ser mandante do assassinato. A defesa da mulher pedia, no habeas corpus, a diminuição da pena. O pedido, contudo, foi negado por unanimidade.

“À mingua de ilegalidade ou abuso de poder contra a liberdade de locomoção da paciente, o habeas corpus desvia-se de sua finalidade e torna-se, por consequência, inadequado para o único fim de reformar a sentença condenatória do Tribunal Popular, que é o que remanesce”, escreveu o relator do caso, o desembargador Claudio Tavares de Oliveira Junior.

(Fonte: Metrópoles)

Continue Lendo
Publicidade

Acontece Na Bahia - Copyright © 2019.