Justiça determina destino dos mais de 60 cachorrinhos Shin Tzu apreendidos na Bahia: “Adoção é uma possibilidade”

Na última terça-feira, dia 2, o Ministério Público do Estado da Bahia decidiu o destino dos 67 filhotes de cachorro apreendido há pouco menos de uma semana. Os cãezinhos estavam sendo transportados em condições precárias e 3 chegaram a morrer. Agora, as autoridades finalmente determinaram o que acontecerá com eles e também falaram sobre a possibilidade de adoção.

As dezenas de filhotinhos da raça Shin Tzu foram descobertos pela polícia enquanto eram transportados de maneira totalmente inadequada em 13 caixas plásticas e uma de papelão. Segundo os agentes, eles têm alto valor comercial e seriam vendidos em grandes centros como Salvador, Recife e Petrolina. Depois que foram resgatados, os cãezinhos serão encaminhados para a Organização Não Governamental Arca de Noé e, posteriormente, pode haver a possibilidade de adoção:

“Após assegurada a integridade física dos animais pela ONG, enquanto depositários, será avaliada pelo Judiciário a possibilidade de adoção.”

Além disso, as pessoas que transportavam os cachorrinhos serão responsabilizadas tanto no civil quanto no penal. Traremos novas informações sobre o processo de adoção assim que forem divulgadas.

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

 

Categoria(s): Nacional.

Comente: