Justiça determina despejo da viúva do músico João Gilberto do apartamento onde viviam

Uma notícia está sendo destaque nesta quarta-feira (07). Em decisão judicial, a viúva do musico João Gilberto, a portuguesa Maria do Céu Harris, será despejada do apartamento onde vivia com o cantor, localizado no Leblon, bairro nobre do Rio de Janeiro. A decisão partiu do juiz Paulo Roberto Campos Fragoso, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, no dia 25 de março.

A razão para o despejo é o aluguel do imóvel, no valor de R$7mil, que não está sendo pago nem pela filha do artista, Bebel Gilberto, que tinha a curatela do pai até o falecimento, nem pelo espólio do artista. A sentença determina a rescisão do contrato de locação e a desocupação do imóvel em 15 dias, além dos pagamentos atrasados.

Bebel Gilberto, fiadora do imóvel e desafeto de Maria do Céu, também entrou na condenação do juiz, sendo obrigada a pagar os débitos do apartamento. A filha do cantor em 2019 chegou a prestar queixa contra Maria do Céu com a alegação que de que a viúva a teria impedido de entrar no imóvel.

Segundo o advogado de Maria, ela não sairá do apartamento tão cedo, pois uma lei estadual do Rio impede o cumprimento de ordens de despejo na pandemia.

No apartamento estão bens valiosos de João Gilberto, como seus violões. Maria Céu vem lutando há meses pelo reconhecimento da sua união estável com o cantor, o que a enquadraria no processo de espólio, mas a decisão ainda está em curso.

 

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: