Justiça americana estabelece fiança de R$ 6 milhões para policial que asfixiou homem negro

Na última segunda feira (8), a Justiça dos Estados Unidos estabeleceu a fiança de US$ 1,25 milhão, cerca de 6 milhões de reais, para que o ex-policial Derek Chauvin, de 44 anos, possa sair da cadeia sem restrições especiais.

O polícial não se pronunciou durantes as acusaões do assassinato em 2º grau e homicídio doloso, durante audiência on-line. Chauvin é acusado de matar o segurança George Floyd, homem negro, por asfixia, no dia 25 de maio.

Os outros 3 políciais que presenciaram o crime responderão como cúmplices na morte de George. Eles terão que pagar cerca de US$ 1 milhão para deixar a prisão sem serem colocados em condições especiais.

Categoria(s): Internacional.

Comente: