Jovem médica que caiu de prédio em Salvador tem memória afetada: “Não lembro se alguém me empurrou”

A história da da jovem médica que caiu do 5º andar gerou uma grande repercussão na capital baiana e fora dela. Tudo aconteceu no bairro da Armação, em Salvador e o namorado dela está sendo considerado o principal suspeito no caso. Contudo, nesta quinta-feira, dia 20, a médica fez declarações que podem mudar o rumo da história.

Segundo informações da RecordTV Itapoan, a jovem doutora Sáttia Lorena Patrocínio, de 27 anos despertou do seu coma e deu novas informações para a polícia. Agora, cerca de um mês após o ocorrido, a médica disse não se lembrar se alguém havia lhe empurrado. Entretanto, ela ainda está bastante abalada com a situação, pois não se recuperou por completo dos danos. Tudo isso pode influenciar muito no seu psicológico e também na sua memória.

Então, a delegada que acompanha o caso, Bianca Torres, afirmou que,  em decorrência do trauma que Sáttia sofreu, ela teve a memória recente comprometida. Diante da complexidade da situação, as investigações continuam, avaliando os laudos do local onde tudo ocorreu e dos aparelhos celulares. No dia em que tudo aconteceu, o namorado de Sáttia, que também é médico foi considerado o principal suspeito.Entenda o caso,  Leia Mais.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: