Jovem estudante de veterinária entra em coma após ser picado por cobra Naja

Pedro está vivendo momentos difíceis após um acidente com um animal. O jovem, que está em coma, estuda medicina veterinária e acabou sendo picado por um cobra Naja. Ele precisou ser levado ao hospital com urgência e um soro especial foi requisitado para o tratamento, pois o animal não é nativo do Brasil.


De acordo com o portal Metrópoles, Pedro Henrique Santos Krambeck é estudante de medicina veterinária, tendo foco em animais exóticos e silvestres. A naja é um deles. Conhecida pelo seu perigoso veneno e por sua aparência sem igual, com uma espécie de capuz ao redor da cabeça, esse tipo de serpente não é comum no Brasil, sendo encontrada na Ásia e na África.

Ainda segundo o portal, o incidente aconteceu no Distrito Federal e, como o animal não é comum no Brasil, um soro foi enviado pelo Instituto Butantan, sendo a única amostra disponível no estoque. Pedro apresentou insuficiência respiratória,dormência nos membros e precisou ser colocado em coma induzido. A administração do soro foi suspensa, pois ele teve uma reação negativa. Com um quadro considerado grave, a equipe médica trabalha para estabilizá-lo antes de voltar a usar o medicamento.

A Universidade de Brasília informou que o jovem não é estudante da instituição, que fez um estágio na área de animais silvestres, mas que o incidente não aconteceu dentro da universidade e que a serpente também não pertence à UnB. Além disso, a universidade alertou sobre o manejo de animais silvestres e também prestou solidariedade à família do jovem, desejando que ele melhore logo.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: