Jovem é ameaçado de morte na frente da mãe: “Não faça mais isso, você escapou de morrer”

Um jovem teve uma pistola automática apontada para a cabeça na presença da mãe em frente ao Mercado Municipal de Cajazeiras, em Salvador. No episódio, que foi compartilhado nas redes sociais. É possível ver o rapaz de joelhos, ao lado de uma moto, pedindo calma enquanto um homem faz menção de atirar contra ele.

Em um determinado momento do vídeo, uma mulher aparece na cena se identificando como mãe e tentando acalmar os ânimos. “Peraí, moço, é meu filho”, diz a mulher tentando evitar o disparo. O homem, nervoso, tenta afastá-la e continua com a arma em punho na direção da cabeça do rapaz. “Você me desacatou, não me respeitou”, grita.
Segundo a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), que administra o mercado, a confusão não envolveu nenhum colaborador do equipamento público e aconteceu na área externa.
Durante as gravações, uma pessoa que assiste a cena chega a afirmar que é um episódio de racismo já que o jovem que está sendo ameaçado é negro. “Se ele não fosse negro, não seria tratado dessa forma”, comenta.

O homem continua: “Vou lhe perguntar uma coisa: você me respeitou? Quer dizer, se eu não fosse polícia você ia fazer o que você fez? Não faça mais isso, você escapou de morrer (…) Eu te bati, mas poderia te matar”. O rapaz tenta argumentar: “Eu só estava arrumando o meu celular que estava caindo. Eu sou trabalhador”, disse.
De acordo com a Polícia Militar, PMs foram até o local após o episódio. O responsável pelo mercado não reconheceu o homem como segurança do local. “Não foi possível identificar o homem”, informou a corporação.

(Do Berimbau Notícias)

Categoria(s): Nacional.

Comente: