Jovem acusado de matar rapaz por homofobia é surpreendido e morto após retornar da detenção

Nesta terça-feira (8) uma situação complicada veio à tona. Após ser a cusado de matar um rapaz num caso de homofobia, um jovem também acabou morto. Mas afinal, o que aconteceu?

Um jovem de 14 anos acabou sendo morto na cidade de Luís Eduardo Magalhães, na Bahia. Ele era o principal acusado de premeditar a morte Guilherme de Souza, de 21 anos, num caso relacionado a homofobia. Além de agredir a pauladas e pedradas, o acusado também ateou fogo em Guilherme. Na época, o caso gerou grande comoção na população. Então, após confessar o crime, o jovem foi transferido para a capital baiana, onde passou 45 dias. Contudo, ele não esperava que quando voltasse para Luís Eduardo Magalhães, também morreria.

Após sair da detenção e receber a permissão para responder pelo crime em liberdade, o jovem deixou Salvador e voltou para a cidade onde morava. Já na cidade, na madrugada da última segunda feira, ele acabou surpreendido por uma dupla que estava de bicicleta. Eles atingiram o acusado confesso com 15 disparos. Então, mesmo após receber assistência médica, o jovem acusado não resistiu. Agora as autoridades estão apurando se os dois casos têm alguma relação.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: