Jovem acusado de matar jogadora profissional de game diz ter escrito livro: “Tem algumas verdades”

Um caso deixou o povo chocado nesta quarta-feira (24). Após convidar uma conhecida para sua casa, um jovem de 18 tirou a vida dela sem pensar duas vezes. Então, agora surgiu um registro dele confessando e zombando da dúvida das pessoas.

O jovem Guilherme Alves Costa, de 18 anos, é acusado por esfaquear uma jogadora profissional de game, a Ingrid Oliveira Bueno, de 19 anos. Ele teria planejado tudo e convidado a jogadora para a casa dele, na zona oeste de São Paulo. Depois de cometer o bárbaro crime, o rapaz apareceu em vídeo para provar o que fez e disse ter escrito um livro:

“Sou eu no vídeo, vocês estão cegos? Vocês estão achando que é tinta, que é montagem, ou algo do tipo. Mas não, não é [afirmou enquanto ria]. Eu realmente matei ela, entendeu? Bom, eu tenho um livro também. Pedir para o pessoal tá divulgando esse meu livro e é isso aí. Espero que vocês leiam, tem algumas verdades”. Mas não é só isso.

De acordo com as autoridades, o rapaz afirma ter escrito um livro. Segundo informações preliminares, nesse material, ele teria explicado as motivações para o crime e também teria demonstrado ódio ao cristianismo. Agora, as autoridades avaliam melhor o material e investigam o caso.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: