Janones pressiona Bolsonaro para manter Auxílio Emergencial em R$600: “Amanhã é o grande dia e ninguém me fará recuar”

Diante da redução no valor do Auxílio Emergencial, muita gente reclamou, exigindo que o benefício permanecesse no mesmo patamar. Nessa mesma linha, o deputado federal André Janones tem pressionado o presidente Jair Bolsonaro e se articulado outros parlamentares na câmara para que o valor não diminua. Segundo André, a próxima terça-feira será o dia chave para decidir o futuro do programa:

“Estou apanhando muito nas redes sociais, por defender que o auxílio continue em R$ 600,00!Nasci filho de um cadeirante e de uma doméstica e me formei advogado através de uma bolsa de estudos para alunos carentes. Acho que por aí, dá pra ter uma ideia de tudo que eu enfrentei nessa vida e, mesmo assim, nunca desisti. Então, não vai ser agora! Quanto mais apanho, mais Deus me fortalece e o povo vem comigo! Amanhã é o grande dia e não há NINGUÉM neste mundo que me fará recuar agora! Mais do que nunca: vamos para cima deles!”

Além disso, o parlamentar desafiou  a pasta da economia e disse que tem como apontar maneiras de manter o benefício:
“Desafio: se o Ministro da Economia conseguir rebater minhas propostas, onde aponto as fontes de recursos para manter auxílio em R$ 600,00, eu desisto da mobilização e passo a apoiar a proposta de reduzir o auxílio! ”

Próximos passos

Após a decisão da equipe econômica, congresso e senado ainda precisam votar sobre a pauta. Os últimos discursos do presidente tem deixado clara a intenção de reduzir o valor do benefício por conta do seu elevado custo, pois isso estaria endividando o país. O mais provável novo valor estaria em torno dos R$300, mas para Janones isso não é o suficiente. O deputado vem reafirmando há dias que manter os R$600 é essencial pois é o mínimo para viver com dignidade.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: