Janones lança projeto para proibir aumento no preço de itens da cesta básica e manda direta para o governo: “Isso é uma piada”

Com o encarecimento de diversos itens, em destaque o feijão e também o arroz, que alcançou o patamar dos R$40 em algumas regiões, o povo tem lidado com um poder de compra cada vez menor. Diante disso, o deputado federal André Janones anunciou um projeto, de sua autoria, para impedir aumento nos preços de itens da cesta básica. Janones também criticou uma suposta explicação do governo para a alta dos preços e disse que aquilo era “uma piada”:

“O governo se manifestou e disse que o culpado é povo. Olha a explicação: ‘ó, o povo tá recebendo 600 reais, tá dando pra comer muito bem! Tá aquecendo o movimento no supermercado, na construção civil…’ Em outras palavras, o povo que tá comendo caviar com 600 reais, tá tomando champanhe importado, viajando para Europa… Isso é uma piada! Falar que o povo é culpado pela alta dos preços.”

Logo em seguida, o parlamentar explicou um dos motivos, segundo ele, para esses aumentos: “O consumidor brasileiro está tendo que disputar com grandes mercados como, por exemplo, o mercado Chinês. Aí o cara que fabrica manda para fora porque ele ganha mais. Aí desabastece o mercado interno e o preço vai lá pra cima!”

O projeto apresentado por Janones proíbe o aumento de preços, sem justa causa, nos itens da cesta básica durante esse período de calamidade pública, ou seja, até dezembro. Além disso, seria usado o dia primeiro de março deste ano como base para fixação de preços. Os aumentos depois desta data estariam sujeitos a multas de R$5 mil até R$50 mil. Entretanto, ainda precisa ser realizada a votação do projeto no congresso e, após isso, a futura aprovação ou o futuro veto dados pela decisão do presidente Jair Bolsonaro.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: