Ipirá: Vereador Nei Sodré vai ao Ministério Público por irregularidades no sorteio do Minha Casa Minha Vida.

 

Cumprindo o seu real papel de legislador municipal, o vereador Nei Sodré, ingressou no Ministério Público, solicitando providências, para que fosse investigado possíveis irregularidades no sorteio realizado no final da administração municipal anterior, no dia 27 de dezembro de 2012, no Centro Cultural Elofilo Marques.

Segundo o vereador descreve em sua petição, as falhas e dúvidas são imensas. Primeiro todo processo deveria se dar seguido-se o que foi determinado na Portaria nº 610, artigo 2º do Ministério das Cidades e ao contrário seguiu a Portaria de nº 140 do mesmo Ministério, já revogada. Depois aconteceram casos alarmantes de duplicidades nas inscrições e sorteios e de pessoas que não poderiam ter o benefício concedido por motivos diversos, como, duplicidade de nomes no sorteio, pessoas contempladas que se inscreveram como deficientes, segundo o Conselho Municipal e que não se encaixam nos critérios da Portaria 5.6.2 do Ministério das Cidades. Pessoas que foram encaixadas no critério de 25% da Portaria do Ministério das Cidades e foram contempladas no critério de 75%, segundo o Conselho Municipal e inversão neste critério.

O vereador informou ainda que participou de uma reunião no último dia 18 de janeiro com membros do Conselho Municipal e da atual gestão da Secretária de Assistência Social do Município, onde ficou claro que, que o presidente do conselho não esteve presente durante todo tempo do referido sorteio. “Não pretendo de forma alguma trazer prejuízo para aqueles que têm direito e precisam dos imóveis, que devem permanecer com suas casas, mais como legislador municipal, cargo que mim foi confiado pelo povo, sinto a obrigação de solicitar do Ministério Público que apure as possíveis irregularidades neste sorteio” concluiu o vereador Nei Sodré.

Fonte: Ipirá Negócio. Manoel Hito  Marcarenhas.

Categoria(s): Regional.

Comente: