Search
Close this search box.

Intérprete do mascote do Internacional é demitido após ser indiciado por assédio

O Internacional tomou a decisão de demitir o intérprete do “Saci”, mascote do clube, após ele ser indiciado por importunação sexual por duas mulheres durante uma partida contra o Grêmio no último dia 25 de fevereiro.

A investigação coletou depoimentos e evidências, incluindo fotos e vídeos fornecidos pelas vítimas, e também analisou imagens do estádio Beira-Rio, onde os incidentes ocorreram. Após essa análise, optou-se pelo indiciamento, que agora será submetido à avaliação do Ministério Público para decidir se a denúncia será levada à Justiça.

Caso o processo seja levado ao tribunal, o acusado enfrentará acusações de importunação sexual, prevista no Código Penal com pena de detenção de um a cinco anos.

A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Porto Alegre emitiu a seguinte nota: ‘Com base nos elementos informativos coletados durante o procedimento, foi constatado que o suspeito cometeu o crime de importunação sexual contra as duas vítimas no dia da partida de futebol mencionada, crimes pelos quais foi indiciado.’

O Internacional também divulgou uma nota oficial declarando: ‘O Sport Club Internacional comunica que o ator que interpretava o seu mascote não faz mais parte do quadro de funcionários do Inter. O Clube reitera que está à disposição das autoridades para prestar os esclarecimentos necessários para a apuração dos fatos. Além disso, expressa sua solidariedade às mulheres envolvidas no incidente, estando à disposição delas e das autoridades. O Inter informa ainda que mantém suas iniciativas internas de conscientização e prevenção, incluindo as pessoas responsáveis pela interpretação do Saci. Por fim, o Clube reafirma seu compromisso social e institucional, repudiando qualquer forma de importunação, discriminação e preconceito, comprometendo-se a fazer do Beira-Rio um lugar seguro e acolhedor para todos.’

Foto: Reprodução

Da redação do Acontece na Bahia