Internada por Covid, mulher acorda na UTI assustada sem lembrar do que aconteceu: “Achei que tinha sido acidente”

Uma notícia está sendo destaque neste sábado (05). Camila de Fátima, de 33 anos, chamou a atenção na última terça-feira por acordar assusta depois de uma internação na UTI por conta da Covid-19. Ela estava há 35 dias internada, dos quais 17 foram intubada. O susto, segundo ela, era porque não se lembrava do que tinha acontecido.

“Só lembro da hora que eu acordei, na UTI mesmo, eu olhei e falei ‘nossa’. Vi a televisão e pensei: ‘o que eu estou fazendo nesse lugar?’. Vi meu braço todo roxo, achei que tinha sido acidente comigo”.

A mulher foi internada dia 28 de abril depois de apresentar sintomas graves da covid. Mas não foi só ela, a sua mãe, seu marido também contraiu a doença. A sua mãe, inclusive, ficou poucos dias internadas no período em que estava intubada.

Sobre o período de internação, Camila revela que não se lembra de nada. Nem mesmo das mensagens trocadas com o marido, as mensagens da filha pequena de seis anos e nem como parou no hospital. A mãe de Camila conta que ela só conseguiu entender toda a situação quando começou a ouvir o marido e a filha.

“Minha filha ficou 17 dias na UTI. Depois de duas semanas, mais ou menos, pediram para gente começar a mandar áudio pra ela, para ver se ela acordava. Estavam tirando o sedativo dela para ela acordar. Mas só quando ela ouviu a voz do marido e da filha que ela se mexeu no leito. Ela acordou com os áudios da família”, conta a mãe.

Agora, já em casa, a família de Camila só tem a comemorar. “Graças a Deus tudo foi combatido. Quando ela teve alta, nós todos fomos lá. Foi o marido dela que recebeu a ligação. Todos nós corremos para lá com balões, cartazes. Ficamos no corredor onde ela iria sair. Ela chorou, a gente chorou. Foi muito emocionante”.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: