Instagram poderá vender suas fotos

Conforme relatamos hoje, o Instagram mudou suas políticas de privacidade. E tudo isso indica que agora o serviço poderá até vender suas fotos, sem qualquer notificação ou pagamento aos usuários.

Estes novos termos de propriedade intelectual tomam efeito no dia 16 de janeiro, e apenas os usuários que deletarem suas contas antes dessa data não terão suas fotos vendidas – caso o serviço opte em usá-las.

O site CNET indica que o Facebook reivindica o direito perpétuo para licenciar todas as publicações de fotos do Instagram para outras companhas, incluindo com propostas de propagandas, e isso poderia transformar o serviço “na maioria agência de fotos armazenadas do mundo”.

Muitos usuários no Twitter, Facebook e no próprio Instagram criticaram a ação, chamando o comunicado da empresa como “nota de suicídio”. Um dos usuários ainda entregou destaque para a parte da nota que diz: “Você concorda que uma empresa ou outra entidade possa pagar-nos para mostrar seu nome de usuário, curtidas, fotos (junto com qualquer metadado associado) e ações que você toma em conexão com conteúdo pago ou patrocinado, sem qualquer compensação para você”.

O CNET ainda apontou para a política do Google que, por contraste, não permite que a companha venda fotografias presentes no Picasa ou Google+.

Fonte: Felipe Payão – https://pcmag.com.br

Categoria(s): Nacional.

Comente: