Imagens internas desmentem versão de homem que agrediu dona de sorveteria por não querer usar máscara

Depois de ser cobrado para usar máscara dentro de uma sorveteria, um homem teve uma reação exagerada e causou grande revolta. Irritado, o cliente agrediu a dona do estabelecimento e vandalizou objetos no interior da loja. Agora, novas informações desmentem a versão dele, que disse ter sido agredido pela comerciante antes.

Após ser duramente reprovado pelo que fez, o vendedor Rodrigo Ferronato se defendeu. Apesar de reconhecer que não deveria ter se excedido e chutado objetos da soverteria em Campinas, interior de São Paulo, ele alegou que teria recebido empurrões, tapas e até socos da dona. Contudo, imagens do circuito de câmeras do estabelecimento desmentem essa história. Primeiramente, os registros mostram ele entrando na sorveteria com a máscara baixa, cobrindo parte da boca e com o nariz de fora. Logo depois, ele vai ao caixa e a dona o orienta a consertar a máscara antes de atendê-lo. Então, Rodrigo se irrita repentinamente, começa a agir com grande agressividade e diz “Faz alguma coisa comigo para você ver se eu não meto a mão na sua cara. Palhaça! Fala um ‘a’ para você ver o que você vai arrumar. Fica olhando aí que você vai ver o que você vai arrumar. Está achando que é comédia aqui?”

Enquanto fala isso, o homem ensaia dar tapas na dona da sorveteria e começa a chutar objetos que estavam no local. Se antes de se pronunciar Rodrigo já estava sendo criticado, depois de mentir para se defender ele deve receber ainda mais reprovações. As autoridades estão investigando o caso, que além de ser um descumprimento de medida sanitária, poderá ser enquadrado em outras categorias, já que houve o dano a propriedade privada e à moral da comerciante.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: