Search
Close this search box.

Ibirapitanga: Agroindústria de mandioca estimula produção e economia local

A agricultura familiar em Ibirapitanga atingiu novos patamares com a entrega, nesta sexta-feira (29), da agroindústria de beneficiamento de derivados da mandioca na comunidade de Acarás – Fazenda São Pedro. Fruto de investimentos do Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), a unidade promete impulsionar a produção local e fortalecer a economia regional. 

A Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Moradores do Acarás assumirá a gestão da agroindústria, marcando uma fase promissora para 50 famílias beneficiadas. Equipada para diversificar a produção, a unidade abrange a produção desde biscoitos de polvilho, bolo de goma, bolo de puba, pão caseiro, entre outras iguarias.

A CAR, empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), tem como estratégia a implantação de agroindústrias em todo o estado, como parte do compromisso de fortalecer a agricultura familiar. O diretor-presidente da CAR, Jeandro Ribeiro, destaca que essas iniciativas visam não apenas aumentar a produção, mas, também, agregar valor aos produtos regionais, impulsionando a economia local e proporcionando oportunidades sustentáveis para os agricultores: “a CAR busca criar uma rede de agroindústrias que transforme os recursos locais, gere empregos e incentive a inovação no setor agrícola baiano”.  

A aquisição de equipamentos modernos, como pingadeira, fogão industrial e seladora automática, vai trazer mais eficiência à produção na comunidade. Além disso, a capacitação das mulheres do grupo, em colaboração com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), amplia o leque de produtos oferecidos.

O presidente da Associação, Antônio Gama, comemora: “essa agroindústria fabrica vários produtos e se destaca por proporcionar maior autonomia aos agricultores familiares, além de elevar a economia local ao conectar diretamente os produtores aos mercados consumidores”.  

O novo espaço, equipado com tecnologia avançada, representa um salto na agricultura familiar da região. Antônio destaca a mudança: “não fazemos mais nada braçal, como fazíamos antes. Então, melhorou muito, o espaço é bem amplo, é maravilhoso”. Os produtos serão vendidos para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) Municipal, na comunidade e em estabelecimentos comerciais da região.

Fonte: Ascom/CAR

Foto: Ascom/CAR