Homem que dormia em bueiro todas as noites é encontrado por policiais e se emociona com o encontro

Um homem de 35 anos foi encontrado dentro de um bueiro por policiais militares, na região do bairro dos Bandeirantes, em Jundiaí (SP).

De acordo com os soldados Cleon e Alirando, da Polícia Miliar, por volta das 9h de sábado (12) a equipe foi informada sobre um morador de rua que costuma dormir toda noite dentro de um bueiro e foi até o local.

O homem ainda estava dentro do bueiro e chorou durante a conversa com os PMs, alegando que tem problemas com drogas, que estava sentindo dores nas pernas e frio. Além disso, disse que teria perdido o contato com a família.

O policial Cleon afirmou ao G1 quetentou levá-lo ao abrigo da prefeitura, mas ele não aceitou. Os PMs, então, deram a ele uma barra de chocolate e saíram para buscar alimento. No entanto, o homem não foi mais localizado.

A Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) informa que, neste ano, foram registradas 214 abordagens a pessoas em situação de rua em janeiro, 153 em fevereiro, 166 em março, 175 em abril e 228 em maio.

No entanto, não são todas as abordagens que resultam em encaminhamento para abrigos, apenas quando são aceitas pelas pessoas em situação de rua.

Segundo a prefeitura, para os abordados que recusarem a ida ao abrigo, além de formulário para mapeamento, são oferecidos cobertores e roupas para proteção do frio, alimentação e kits de higiene.

“Atualmente, em virtude da chegada de noites com temperaturas mais baixas, a UGADS tem desenvolvido a Operação Noites Frias, realizada em noites cuja previsão de temperatura seja igual ou inferior a 13° C. Durante as noites de operação, o serviço de busca ativa da população em situação de rua, que já é realizado diariamente pelas equipes do Centro Pop e do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), tem o reforço de equipes, para aumentar as abordagens pelos locais com maior concentração, entre as 18h e 22h, e destinação ao abrigamento. A ação conta com o apoio da Guarda Municipal, que realiza a identificação desse público após as 22 horas, inclusive com a oferta de cobertores e encaminhamento ao abrigo, quando há o aceite pelas pessoas em situação de rua.”

Textos e informações do portal G1

Categoria(s): Destaque.

Comente: