Search
Close this search box.

Homem que caiu da janela de hotel em Salvador está em coma induzido

O caso de Josevan Cerqueira Santos, de 29 anos, que caiu do quinto andar de um hotel no bairro de Pernambués, em Salvador, está cercado de mistério. Atualmente em coma induzido, Josevan passou por uma cirurgia na perna e seu estado de saúde é considerado grave, conforme informações do Hospital Geral do Estado (HGE).

A família de Josevan acredita que ele foi vítima de sequestro e extorsão, enquanto a administração do hotel sustenta que ele caiu acidentalmente. A esposa de Josevan, Daiara Cerqueira, relatou momentos de angústia desde o incidente. “Ela disse que ele estava consciente e havia passado meu número para ela. Depois de cinco minutos, a mulher me ligou novamente e disse que o Samu tinha levado ele para o HGE”, contou Daiara em entrevista à TV Bahia.

Adicionando mais complexidade ao caso, o patrão de Josevan, que preferiu não se identificar, compartilhou detalhes perturbadores. Ele recebeu uma ligação de Josevan após o expediente, solicitando urgentemente R$ 2 mil com a promessa de devolver o valor na segunda-feira, 20. Ao perguntar a razão do pedido, Josevan mencionou que estava em uma situação “embaraçosa e era urgente”.

Três minutos depois, Josevan ligou novamente, desesperado, dizendo que precisava muito do dinheiro e que estava preso em um local desconhecido. Cerca de 20 minutos após essa chamada, o patrão recebeu outra ligação do número de Josevan, mas desta vez quem falava era uma mulher. Ela afirmou que Josevan havia pego dinheiro com o marido dela, que seria agiota, e que ele estava nervoso por ter feito uma transação errada. A mulher exigiu mais R$ 1 mil, sem saber a identidade do patrão de Josevan.

Foto: Sesab

Da redação do Acontece na Bahia