Homem passa a noite em casa de prostituição, gasta R$ 5,7 mil e, sem dinheiro, chama a mãe para pagar

Um caso curioso está sendo destaque nesta segunda-feira (04). Isso porque um corretor de imóveis, de 31 anos, passou a madrugada em uma casa de prostituição mesmo não estando com dinheiro. Na hora do pagamento, precisou da ajuda tanto da mãe como da Polícia Militar.

O corretor, que é casado, passou a madrugada do sábado no estabelecimento, localizado em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, ingerindo bebidas alcoólicas e tendo relações com as garotas de programa. Ao final, a conta fechou em R$ 5,7 mil e ele alegou não ter dinheiro.

Diante da dívida que gerou, o homem deixou o carro como garantia e foi embora do local. Pouco tempo depois, retorna à casa com a mãe, uma idosa aposentada de 68 anos.

A mãe então tentou negociar com a dona do local a divida, mas como ela também não tinha a quantia, as duas não conseguiram chegar a um acordo. Como o carro que tinham era alugado, a idosa ficou com medo de deixar os documentos como garantia e ter o veículo retido. Dessa forma, ela chama a polícia.

Todos foram encaminhados para a delegacia, mas como nenhum tipo de crime foi cometido, o delegado deixou para que a situação fosse resolvida entre os envolvidos. De toda forma, um boletim de ocorrência não criminal foi registrado e todos foram liberados.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Categoria(s): Destaque.

Comente: