Homem mata a esposa gestante e tenta convencer as autoridades que ela tirou a própria vida

Uma discussão de casal teve um fim trágico. Após matar a esposa grávida, o marido tentou dizer às autoridades que ela havia tirado a própria vida. Contudo, detalhes chamaram a atenção dos agentes.

Paulo Henrique e Paloma já estavam juntos há 5 anos, eles moravam na cidade de Estiva Gerbi, no interior de São Paulo. Entretanto, a vida do casal estava prestes a passar por um momento único: a chegada do primeiro filho. Grávida de 3 meses, Paloma estava ansiosa para o chá de revelação do bebê. Inclusive, suspeita-se de que esse tenha sido o principal motivo para a discussão que resultou na morte da jovem.

Esta discussão teria ocorrido na cozinha da casa. Em um momento de grande tensão, Paulo Henrique atacou Paloma com uma faca, atingindo-a no pescoço. Em seguida, ele acionou o resgate médico, que chegou acompanhado da Guarda Municipal. Demonstrando preocupação, Paulo afirmou que Paloma havia pegado a faca parar tirar a própria vida, e que ele tentou impedir, mas já era tarde. Todavia, alguns detalhes e incoerências chamaram a atenção dos agentes e o homem acabou preso. Além disso, testemunhas próximas falaram contra Paulo. Uma investigação está em andamento para apurar os fatos.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: