Homem é assassinado após tentar defender namorada de assédio

Na última sexta-feira (4), um funcionário público foi preso depois matar Juan Phillip Almeida Swanepoel, de 25 anos, e ferir Luana Gomes Feitoza de Lima, de 26, durante uma discussão em um posto de gasolina no bairro Rudge Ramos, São Bernardo do Campo, Grande São Paulo.

No dia do crime, Juan e a companheira Luana estavam no posto bebendo cerveja. Segundo uma testemunha que participou do registro da ocorrência na Polícia Civil, o autor teria abordado a jovem e feito uma proposta sexual a ela. O companheiro dela tentou afastar o assediador e começou uma discussão.

O criminoso saiu e voltou armado cerca de 20 minutos depois. Ele atirou pelo menos três vezes em Luana, que está internada no Hospital Mário Covas, e uma vez em Juan, que morreu no local.

Imagens de câmera de segurança mostram que o assassino a princípio tentou intimidar Juan enquanto portava a arma. O jovem não reagiu, até que as agressões ficam mais constantes. Quando o suspeito vai para cima de Juan, Luana tenta agredir o homem, mas ela cai, após ser alvejada. Juan então parte para cima do homem, mas cai logo em seguida, atingido por um tiro.

A Polícia Militar foi acionada e encontrou o homem poucos minutos depois, que foi reconhecido por testemunhas. A arma calibre 3.8 utilizada no crime foi apreendida em outro local.

O caso foi registrado no 2° DP de São Bernardo do Campo como homicídio qualificado, tentativa de homicídio, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Categoria(s): Nacional.

Comente: