Heroína Nacional: Há 3 anos a professora Helley dava a própria vida para salvar crianças de incêndio em creche

Nessa segunda-feira, dia 5, completam-se 3 anos do dia em que uma das maiores heroínas do Brasil provou a sua bravura. Helley de Abreu Silva Batista, Professora, Mãe e Salvadora! Relembre a história do dia em que ela salvou crianças de um incêndio numa creche e lutou contra o homem que iniciou as chamas.

Era uma quinta-feira na cidade de Janaúba, em Minas Gerais. Poucos dias antes do dia das crianças, a equipe da creche em que Helley trabalhava já preparava as atividades de uma semana inteira de diversão e aprendizado. Contudo, um homem solitário que tinha total acesso à escola fez algo sem precedentes e interrompeu os planos das professoras.

Entenda o caso

Aos 50 anos, Damião Soares Santos, o vigia noturno da creche, ateou fogo contra o próprio corpo e incendiou o local. Então, percebendo o iminente risco, Helley entrou em luta corporal com Damião para proteger as crianças. Relatos dos colegas afirmam que ela lutou bravamente e impediu que o vigia se aproximasse das crianças. Enquanto isso, outros funcionários retiraram os alunos da creche e tentavam conter as chamas. Com a luta, Helley acabou bastante queimada e machucada. Entretanto isso não foi motivo para ela parar. Mesmo diante de tantos desafios, ela continuou a ajudar nos salvamentos, colocando várias crianças para fora através de uma janela.

Depois dos esforços coletivos para concluir o resgate tão traumático, 10 pessoas morreram. Entre elas, 8 crianças, Helley e Damião. Após investigações, as autoridades concluíram que Damião tinha problemas psicológicos e obsessão por crianças. Além disso, ele teria premeditado toda a ação. Mas, é importante lembrar que, sem o heróismo de Helley, que deu a própria vida nessa ação, muitas outras crianças poderiam ter partido. Esse é, sem dúvidas, um exemplo de amor maior e dedicação total à profissão e à vida.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: