Guarda civil que foi morto na cidade de Brotas, em Salvador, era acusado de dois assassinatos

Uma notícia tem sido destaque nesta sexta-feira (23). Isso porque, o Guarda Civil Municipal, que foi assassinado nesta última quinta-feira (22). na Rua Polêmica, em Brotas. Foi apontado como acusado de ter praticado dois homicídios. Na investigação, os agentes constataram que Marcos Cardoso dos Santos, foi preso em 2017, por causa de um dos assassinatos. As informações são do jornal Correio.

Segundo o portal Bahia Notícias, que apurou o caso. O guarda Civil, matou a tiros, um jovem identificado como, Pedro Santos Neves, de 26 anos. O homicídio teria ocorrido na Ladeira do Sossego, na capital baiana. As testemunhas contam que o jovem estava sentado na porta de casa com os outros irmãos, quando Marcos chegou disparando.

De acordo com as investigações da Polícia, Pedro Santos, foi morto, pois teria testemunhado o primeiro homicídio ocorrido  em 2012, praticado por Marcos Cardoso. Na época, eles chegaram a participar de uma audiência. Mas Pedro teve que sair de escolta armada, pois sofreu várias ameaças proferida pelo Guarda Civil.

Mas, de acordo com as informações do jornal Correio, Marcos foi absolvido pela Justiça local em julho de 2019, sendo assim, voltando a exercer a sua profissão novamente.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: