Garoto de 3 anos morre pouco depois de brincar no sítio da família: “Estava calçado, mas a picada atingiu o dedo dele”

Um caso comoveu o povo nesta segunda-feira (14). Isso porque um menino de três anos morreu depois do que aconteceu num sítio da família dele.

Aos 3 anos de idade, o pequeno teve a vida interrompida por conta de um animal. De acordo com o portal Globo, ele estava com o pai num sítio na cidade de Monte Azul, em Minas Gerais, no último domingo, quando resolveu brincar pela área. Então, em certo momento o garoto foi correr e acabou pisando num escorpião. Mesmo estando calçado, o menino foi picado no dedo do pé. Percebendo o perigo, a família encaminhou o menino com urgência para o Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças.

Chegando no hospital, o garoto apresentou náusea e sonolência. A equipe médica correu para socorrê-lo, mas a unidade estava sem soro antiescorpiônico pois havia usado todo o estoque no tratamento de um paciente dois dias antes. Diante do problema, a gestão se mobilizou para buscar soro em outros hospitais, mas o quadro do menino estava piorando rapidamente. Então, o garoto foi encaminhado para outro hospital da região às pressas. Contudo, infelizmente ele começou a passar muito mal durante o translado e precisou retornar. A equipe médica constatou que ele teve um choque anafilático, o que provocou uma parada cardiorrespiratória, e tentou reanimar o garoto, mas ele não resistiu. O pai do menino desabafou:

“Tudo o que eu pude fazer, eu fiz, mas Deus achou melhor assim. Meu filho amado morreu e a sensação é de que minha vida acabou.” Diante do caso complicado, Marcelo de Oliveira, gerente administrativo do hospital, lamentou o ocorrido:

“Nós lamentamos muito o ocorrido. Durante toda a permanência no hospital, a criança foi assistida por uma equipe multidisciplinar e todas as medidas foram tomadas, mas, infelizmente, pela gravidade do caso, ele não resistiu […]Buscamos três ampolas no hospital de Espinosa e mais três no Hospital de Mato Verde. Seguimos o protocolo do Ministério da Saúde e administramos as seis ampolas na criança, que apresentava estado grave. Todo o soro havia sido aplicado em, aproximadamente, uma hora depois da chegada da criança.”

O sepultamento do menino ocorreu no cemitério de Monte Azul, no último domingo.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: