Garotinha de 1 ano e meio acaba morrendo depois de ser atacada por cachorro da raça Chow-Chow da família

Uma família está lidando com uma perda muito precoce. Antes mesmo de completar os 2 anos de idade, a filhinha deles se foi. Ela foi atacada por um cachorro da Raça Chow-Chow. Mas o que aconteceu no momento do ocorrido?

Tudo começou quando a família estava numa fazenda na cidade de Frei Inocêncio, no leste de Minas Gerais. Então, o pai informou que viu a criança atacando a filha e correu para socorrê-la. Nessa hora o cão estava muito agressivo e também feriu o homem. Às pressas, a família levou a garota até o Hospital Municipal São Geraldo. Chegando lá, a equipe médica recebeu a criança com vida e constatou inúmeros ferimentos no pescoço, rosto, nuca e cabeça. Mesmo com os esforços dos profissionais, a garotinha de 1 ano e meio estava muito ferida e acabou não resistindo. Além disso, o pai havia adquirido o Chow-Chow há 4 meses e ele sempre se mostrou dócil, sempre brincando com a criança e com a família. Segundo ele, o cachorro teria ficado agressivo por conta da presença de outro cão que apareceu. Mas o que dizem os profissionais sobre a raça?

Apesar de ser peludo e fofinho, com uma juba parecida com a do leão, cães da raça Chow-Chow podem se tornar bem agressivos. Sim, eles são amigáveis, brincalhões e dóceis, mas a questão é que eles podem se transformar pois são muito territorialistas. Diante de alguma situação atípica que o incomode muito ou provoque a sensação de ameaça, os cachorros dessa raça podem mudar completamente e atacar até mesmo os próprios donos. No Brasil, existem diversos casos noticiados de problemas com cães dessa raça.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: