Garota de 18 anos é morta a facadas após festa de Réveillon; Adolescente de 17 anos confessou o crime

A jovem Letícia dos Santos Silva, de 18 anos, foi encontrada morta em uma plantação com sinais de violência sexual. A garota estava desaparecida desde o dia primeiro, quando saiu com os amigos para ver a queima de fogos do réveillon na praça da cidade. Mas o que realmente aconteceu com a garota?

O fato ocorreu na cidade de São José do Rio Claro (MT). Testemunhas afirmam ter visto Letícia uma última vez em um local chamado ‘Morrinho da luz’, onde foi realizada uma festa clandestina na virada.

De acordo com o site G1, a moça saiu na noite da virada com os primos e amigos, porém, desapareceu durante a festa. Segundo o boletim de ocorrência registrado pelo pai da vítima na Delegacia da Polícia Civil de São José do Rio Claro, a garota saiu afirmando que iria ver a queima dos fogos na praça da cidade e posteriormente seguiu para o local onde ocorria a festa.

Após o desaparecimento da vítima, o Pai da garota começou as buscas na casa de amigos e familiares, entretanto, sem sucesso.

No local onde o corpo foi encontrado a polícia encontrou pistas que levaram os policiais a um jovem de 17 anos que estava com a moça na noite do desaparecimento. O menor foi apreendido pelos policiais e, após interrogatório, confessou o crime.

O adolescente afirmou que teve relações sexuais com a jovem e depois a matou asfixiada. Assim, ele nega que tenha esfaqueado a garota. Além disso, a delegada do caso, Angelina Andrade, a polícia ainda investiga se a vítima foi estuprada.

A polícia mantém o adolescente preso e aguarda decisão judicial que poderá encaminhá-lo para uma unidade socioeducativa.

Da redação Acontece na Bahia.

Categoria(s): Destaque.

Comente: