Força Aérea confirmam que encontraram “restos humanos” em avião que decolou lotado do Afeganistão

Uma informação difícil foi confirmada e está repercutindo muito nesta quarta-feira (18). Após resgatar centenas de afegãos em Cabul, militares do exército americano falaram sobre o que encontraram no avião.

Com o retorno do Talibã ao poder no Afeganistão, milhares de pessoas estão tentando fugir do país como podem, temendo repressão e agressividade por parte do novo governo. Então, recentemente um grande avião dos Estados Unidos resgataram cerca de 640 pessoas no aeroporto de Cabul, capital do país.

Contudo, muitos ainda queriam embarcar e tentaram se agarrar ao avião a qualquer custo, mesmo do lado de fora, na intenção de fugir. Em seguida, surgiram imagens de pessoas caindo deste avião após ele ser decolado. Então, agora militares americanos confirmaram que encontraram restos humanos no trem de pouso da aeronave. O porta-voz afirmou:

“Além de vídeos divulgados e reportagens da imprensa sobre pessoas caindo do avião durante a decolagem, restos humanos foram encontrados no trem de pouso do C-17 quando ele pousou na base aérea de Al-Udeid, no Catar”, disse a porta-voz da Força Aérea dos EUA, Ann Stefanek. Além disso, ele relatou que as investigações serão levadas bastante à sério nesse caso: “A investigação será exaustiva para que possamos obter todos os fatos sobre este trágico incidente[…]Nossos corações estão com as famílias dos morto” Mas não termina aí.

Ele também explicou porque o avião precisou deixar a pista rapidamente, mesmo com muitas pessoas ainda no local:

“Diante de uma situação de segurança que deteriorava rapidamente, a tripulação do C-17 decidiu deixar a pista o mais rápido possível[…]Força Aérea dos EUA permanece focada em manter a segurança no aeroporto internacional de Cabul para evitar que uma situação como essa aconteça novamente enquanto processamos com segurança civis afegãos que procuram deixar o país.”

No momento, cerca de 1000 soldados dos EUA ainda permanecem em Cabul para ajudar neste trânsito de civis.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Destaque, Internacional.

Comente: