“Foi um livramento” : Turista escapa por minutos do deslizamento da imensa pedra e não chega a presenciar o acidente

Um grupo de turista da Baixada Santista, litoral de São Paulo, escapou por muito pouco do desabamento da pedra do Lago de Furnas, em Capitólio. O grupo encerrou o passeio no local cerca de 15 minutos antes da pedra deslizar e atingir as lanchas que estavam no momento.

A tragédia vitimou sete pessoas e deixou outras 3 desaparecidas. Um imenso pedaço do cânion caiu e atingiu duas lanchas que estavam atracadas no Lago de Furnas.

O acidente aconteceu por volta das 11h de ontem (08) e as lanchas atingidas afundaram com o impacto.

Um dos turistas que escapou do acidente foi o o agente de viagens de Guarujá, Thiago Souto, que conduzia um grupo de 34 pessoas. Eles saíram para almoçar e não chegaram a ver o acidente. Foi nesse momento que ele e os turistas  souberam do acidente.

“A gente, sem entender o que estava acontecendo, começou a atender familiares, amigos, clientes”, explicou.

Apesar de sentir um alívio por ter escapado antes, o desespero e a angustia por quem ficou no lugar foi inevitável. Amigos dele estava no local também trabalhando.

Thiago explicou que essa viagem aconteceria há dois anos, mas com a pandemia precisou ser adiada para ontem. “Minutos antes do ocorrido, a gente tinha passado por lá. Você ver que acabou não presenciando, não vivendo aquilo, de certa forma é um alívio. Foi um livramento”, finalizou Tiago.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: