Filha de governador, vereador e outras 3 pessoas são mortas em menos de 24 horas na região de fronteira entre Brasil e Paraguai

Um caso sem precedentes deixou o povo boquiaberto neste sábado. Um vereador, a filha de um governador e outras 3 pessoas foram mortas em menos de 24h.

O vereador de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, Farid Charbell Badaoui Afif, de 37 anos, foi morto na tarde de ontem enquanto andava de bicicleta pela cidade. Pouco antes disso, ele havia publicado que estava passeando de bike pela cidade. Segundo a polícia Civil, os tiros que mataram o vereador foram disparados por um indivíduo que também estava de bicicleta. Em menos de 24 horas depois, na manhã deste sábado, outras 4 pessoas também foram mortas.

Na cidade Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com o Brasil, o veículo em que estava a filha do vereador foi interceptado e recebeu inúmeros tiros depois de sair de uma casa noturna. Haylee Carolina Acevedo Yunis, de 21 anos, filha do governador paraguaio Ronald Acevedo, foi atingida por 6 disparos e não resistiu. As brasileiras Kaline Reinoso de Oliveira, de 22 anos, e Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos, e o paraguaio Omar Vicente Álvarez Grance, de 32 anos, também estavam no veículo e não resistiram.

Agora, as autoridades investigam se o caso do vereador brasileiro e o caso da filha do governador tem alguma ligação e buscam indícios para saber o que motivou os episódios.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque, Internacional, Nacional.

Comente: