Felipe Neto, influenciador do público jovem, é acusado de corrupção de menores e intimado pela Polícia do Rio

Um dos maiores influenciadores digitais do Brasil está sob sérias acusações. Felipe neto, conhecido principalmente por seu trabalho no YouTube focado no público infanto-juvenil, está sendo acusado de corrupção de menores.

Uma denúncia que tramitava no Ministério Público chegou à Polícia Civil do Rio de Janeiro. De acordo com as acusações, Felipe Neto é acusado de divulgar conteúdo impróprio para crianças e adolescentes em seus vídeos do YouTube. De acordo com as Autoridades, o Felipe não classificou corretamente os seus vídeos, não limitando a idade dos espectadores que podem assistir a ele. Por conta disso, crianças teriam consumido esse material que apresentaria “linguajar inapropriado e conteúdo impróprio para menores de idade.” Então, se isso for comprovado, pode ser caracterizado como crime perante o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Contudo, em sua defesa Felipe diz isso nunca aconteceu. Segundo ele, tudo não passa de “falsas acusações e desinformações” principalmente difundidas e arquitetadas por pessoas de movimentos políticos divergentes das opiniões dele. Segundo a polícia, ele também não compareceu a uma intimação, mandou o advogado, mas estava afirmando que “não foi ouvido”. Felipe trabalha há anos na internet e é considerado um formador de opinião para muitos jovens. Seus ideais sempre trazem à tona a luta de minorias e pautas mais relacionadas à representatividade, colocando-o mais à esquerda no espectro político. Além disso,

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: