Família de vítima perdoa condenado à forca e o salva da morte no Irã

 

Um homem condenado à morte por matar um policial foi salvo pela família da vítima no exato momento em que estava sendo enforcado, ontem, dia 8, na cidade de Mashhad, no Irã.

De acordo com a lei islâmica da Sharia, se algum membro da família da vítima perdoa o criminoso, ele não deve ser morto.

Uma imagem da agência iraniana Mehr distribuída pelas agências internacionais mostra algumas pessoas segurando pelas pernas o homem pendurado na forca, tentando salvá-lo da morte.

Segundo o site Hurriyet Daily News, um membro da família confirmou às autoridades que perdoava o condenado – identificado como Vahid Zare. Ao ser retirado da forca ele foi imediatamente encaminhado ao hospital. Não há informações sobre o seu estado de saúde.

Enforcamentos públicos são uma prática comum no Irã. O país é o que mais executa condenados no mundo. Em 2012 foram 314 mortes, segundo a Anistia Internacional.

Fonte: Terra Notícias.

Categoria(s): Internacional.

Comente: