Família de menino que caiu do 9º andar pede indenização de R$ 1 milhão a Sari

Miguel Otávio, de apenas 5 anos, morreu após cair do 9º andar de um prédio de luxo em Recife, Pernambuco, quando estava com Sari Gaspar Corte Real, primeira-dama de Tamandaré.

Nesse contexto, as investigações comprovaram que ela deixou a criança sozinha e a família solicita na justiça uma indenização por danos materiais e morais, totalizando R$ 987 mil.

Sari colocou o menino em um elevador sozinho, enquanto a mãe do menino, que é doméstica, passeava com a cadela da família dos ex-patrões.

A primeira-dama foi denunciada por abandono de incapaz que resultou em morte e espera julgamento em liberdade.

Além de um pedido, uma ação trabalhista diz respeito a uma irregularidade na prefeitura de Tamandaré, envolvendo o marido de Sari, o prefeito Sérgio Hacker. Mirtes e a mãe dela, Marta Santana, trabalhavam como domésticas para a família do prefeito, mas eram pagas pela prefeitura.

Por fim, no dia 2 de julho, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) determinou o bloqueio parcial dos bens do prefeito e secretária de Educação, Maria da Conceição Cavalcanti.

No dia 1º de julho, o Ministério Público de Pernambuco entrou com uma ação para que o prefeito responda por improbidade administrativa.

Categoria(s): Nacional.

Comente: