Família achada morta em canavial com tiros de pistola; Veja o que se sabe sobre o misterioso caso que intriga a polícia

A Polícia Civil está conduzindo uma investigação minuciosa sobre o brutal assassinato de uma família de Olímpia (SP), que estava desaparecida desde a última quinta-feira (28).

O casal, Anderson Givago Marinho, 35 anos, e Mirele Regina Beraldo Tofalete, 32 anos, junto com a filha do casal, Isabelly Tofalete Marinho, de 15 anos, foi encontrado morto com tiros de pistola 9 milímetros. Marcas de disparos foram evidenciadas na porta, para-brisa e vidro do veículo da família, conforme detalhado no Boletim de Ocorrência.

O automóvel foi descoberto por um ciclista no meio de um canavial, que prontamente acionou a Polícia Militar. O corpo de Anderson estava a cerca de 15 metros do veículo, localizado em uma estrada de terra que dá acesso ao bairro Cruzeiro. Mirele estava no banco do passageiro, usando o cinto de segurança no momento do crime, enquanto a filha estava no banco traseiro.

O delegado Everson Contelli revelou que uma perícia indicou que objetos pessoais das vítimas não foram roubados, incluindo a bolsa de Mirele com carteira e documentos. No entanto, os telefones celulares das vítimas não foram encontrados, levando a polícia a acreditar que os aparelhos foram descartados para ocultar possíveis pistas, apesar de não terem sido roubados.

Até o momento, nenhum suspeito foi detido, e a motivação do crime permanece obscura. A família foi sepultada hoje em Olímpia, sem a realização de velório.

O trajeto da família, que saiu de Olímpia com destino a São José do Rio Preto para comemorar o aniversário de Mirele, foi interrompido quando perderam o contato com amigos e familiares por volta das 14h. Não há confirmação se chegaram a passar por Rio Preto, mas foram encontrados mortos em Votuporanga, a 80 km da cidade prevista no trajeto.

A polícia agora se empenha em esclarecer os detalhes desse trágico episódio que intriga a comunidade local e comoveu todo o país.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Redes Socoais