Facção criminosa que matou cantor e amigo influencer faz ameaças a MC Poze : “É o próximo”

Uma notícia tem sido destaque nas manchetes desta segunda-feira (13). Os criminosos responsáveis pela execução do cantor de forró Romarinho Mec, fazem parte da facção Cartel do Norte, conhecida como CDN, e têm causado um verdadeiro terror em Manaus. O cantor foi executado no interior de um veículo e a facção assumiu a autoria do crime publicamente.

“Antes de se teleguiar pelos cvcu pensa um pouco as consequências, vai ser assim o fim de todos que se teleguiar por esses lixos. Nós já avisamos que vamo tomar o que é nosso, é o cartel”. Esta publicação foi feita nos stories de um perfil no Instagram de prenome Gabriel.

Momentos depois, a facção criminosa criou um verdadeiro pânico ao invadir o velório do cantor Romarinho, na cidade de Iranduba, 30 km de Manaus. Os criminosos executaram o amigo do forrozeiro, o influenciador digital Ilguiner Menezes, que foi morto com tiros de fuzil.

A motivação dos crimes teria sido uma publicação do cantor Romarinho nas redes sociais. Momentos antes de ser morto, o forrozeiro compartilhou uma mensagem de vídeo de MC Poze do Rodo, no Instagram:“Melhor presente de aniversário que já ganhei de todos os anos. Valeu @mcpozedorodo pela humildade, sou fã demais do homem parou o clipe e mandou esse salve só agradeço valeu pela moral de verdade, Pit bull”.

Logo após os crimes, a facção criminosa usou as redes sociais para fazer ameaças a MC Poze, que tem show agendado na cidade no mês que vem.”MC Poze brota em Manaus seu maldito cvcu”, disse uma publicação mostrando armas e munições. “Aviso foi dado, o próximo é o MC Poze, bora ver se ele é o doidão mesmo de bater de frente com o cartel. Lembra que cvcu não bota queixo aqui não porra”. MC Poze não se pronunciou a respeito das ameaças e ainda não falou sobre o assunto na internet.


Da redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque.

Comente: