Exército terá 600 militares contra terrorismo na Copa das Confederações

O Brasil contará com 600 militares especializados em combate ao terrorismo durante a Copa das Confederações, que terá início no dia 15 de junho, com a partida entre Brasil e Japão, em Brasília. Além da capital do país, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza e Recife serão as cidades onde o grupo atuará. Além do efetivo de 600 militares, outros 250 homens, treinados para identificar, conter e prevenir ataques com armas químicas, bacteriológicas, nucleares e radiológicas, realizarão varreduras e descontaminações para prevenir qualquer incidente durante as partidas. De acordo com o coronel Richard Fernandez Nunes, que faz parte do Centro de Coordenação de Prevenção e Combate ao Terrorismo, o planejamento sobre o uso das tropas será concluído em maio. O centro foi criado pelo Exército para centralizar as atividades relacionadas ao tema. Cada uma das cidades-sede do evento terá um grupo específico para terrorismo e um para defesa química, bacteriológica e nuclear (DQBN, termo utilizados pelos militares). Informações do G1.

Categoria(s): Nacional.

Comente: