“Eu vou ter que tirar dinheiro da saúde e da educação”, dispara Bolsonaro ao responder cobrança sobre veto de projeto

Novamente as palavras de Bolsonaro foram recebidas com muitas discussões. Ao falar sobre um veto que fez recentemente, ele afirmou que, caso a decisão fosse derrubada, retiraria verbas de outras áreas.

Na última semana, um Projeto de Lei que visava a distribuição gratuita de absorventes para estudantes e mulheres de baixa renda foi vetado por Bolsonaro. Diante disso, as redes ficaram em alvoroço, cobrando do poder executivo uma justificativa para explicar porque esse projeto não foi aprovado. Com a pressão Então, Bolsonaro agora se pronunciou e deu uma reposta:

“A despesa é em torno de R$ 100 milhões, mas é muito mais, pela quantidade de pessoas que precisam. Não é a cegonha que vai levar o absorvente pelo Brasil todo. Alguém tem que levar, tem que fazer a logística disso. Se o Congresso derrubar o veto do absorvente eu vou ter que tirar dinheiro da saúde e da educação. Vai ter que tirar de algum lugar.” Mas não termina aí.

Bolsonaro ainda afirmou que a cobrança sobre o tema teria alguma intenção política: “Elas fazem um cálculo lá embaixo. Mas, não é verdade, não é real. Agora me colocam como malvado e isso vale como um troféu político que muitos vão usar.”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: