Search
Close this search box.

Estudante mineiro de 13 anos é destaque internacional após gabaritar prova de raciocínio lógico na Olimpíada Global de Matemática na Tailândia

Um feito extraordinário foi conquistado por um jovem de apenas 13 anos que recebeu o chamado para representar o Brasil em uma competição de nível global, realizada na Tailândia. Com uma performance impecável, o adolescente não apenas garantiu uma medalha de prata na classificação geral, mas também arrebatou um troféu por alcançar a pontuação máxima na parte de raciocínio lógico do desafio.

Emanuel Lopes, estudante do Colégio Militar de Juiz de Fora, em Minas Gerais, é o responsável por esse notável resultado. Em uma entrevista concedida ao portal G1, ele compartilhou suas emoções sobre essa conquista, sua paixão pela matemática e seus sonhos para futuras competições.

O interesse de Emanuel por competições matemáticas despertou durante seus dias na escola, onde ouvia os professores discutirem a importância desses desafios. Ele relata: “Minha primeira incursão em Olimpíadas foi em 2021, quando conquistei a medalha de bronze. Desde então, mantive meu empenho nos estudos até garantir minha participação nesta competição na Tailândia.”

Para Emanuel, a preparação para esses concursos é uma questão de dedicação intensa: “É preciso muita disciplina; faço cursos online e reviso os exames anteriores minuciosamente”.

A jornada para a Tailândia foi um desafio, mas Emanuel não se contentou apenas com a participação; ele voltou para casa com a medalha de prata na classificação geral e o troféu pelo desempenho excepcional na prova de raciocínio lógico. Ele compartilha suas emoções: “Foi uma experiência incrível! Dediquei-me muito, nunca havia saído do Brasil antes, e imaginar-me em outro país fazendo o que mais amo, que é matemática, foi surreal. Nunca esquecerei esses momentos tão especiais, especialmente voltando para casa com a medalha e o troféu.”

Apesar de seu talento e excelência em matemática, a viagem para a Tailândia não foi fácil e só se tornou possível após Emanuel receber auxílio financeiro por meio de uma campanha online.

Essa paixão pela matemática é uma herança familiar de longa data. Thiago Gabriel Lopes, pai de Emanuel, compartilha: “Meu pai é professor de matemática e transmitiu esse amor para mim, que por sua vez o passei para meu filho.” Caroline Lopes, mãe de Emanuel, ressalta a competição acirrada entre os candidatos: “Muitas crianças começam a se preparar para essas competições desde os 3 anos de idade. Além disso, em outros países, há um grande incentivo e investimento na educação e nas viagens para competições”.

A próxima parada para Emanuel é a Copernicus Olimpíada, em Nova Iorque, em junho, uma competição que homenageia o famoso matemático, físico e astrônomo polonês Nicolau Copérnico. No entanto, a participação requer um novo apoio financeiro. Sobre isso, a mãe de Emanuel comenta: “Estamos reunindo toda a documentação necessária, mas é uma viagem muito cara para conseguirmos arcar sozinhos”.

Cheio de alegria e orgulho por suas conquistas, Emanuel mantém os pés no chão e expressa sua gratidão a todos que o ajudaram em sua jornada, especialmente aos seus pais e a Deus. Para aqueles que desejam contribuir com os custos da próxima competição, o pai de Emanuel disponibilizou um número de telefone para contato: (21) 98315-8527.

Foto: Arquivo Pessoal

Fonte: G1