Estudante atirador abre fogo em escola nos Estados Unidos mata 3 e deixa 8 pessoas feridas gravemente

O que se sabe até o momento:

  • 3 estudantes mortos, um menino 16 anos, e duas meninas, com 14 e 17 anos
  • 8 pessoas com idades entre 14 e 47 anos foram feridos a tiros
  • Suspeito preso e em custódia, aluno de 15 anos 
  • Ele usou a arma que o pai tinha comprado há 4 dias
  • Estudante foi preso com sete munições na arma 

 

Um estudante de 15 anos, do segundo ano, matou três estudantes e deixou oito pessoas feridas ao realizar vários disparos de arma de fogo na escola de ensino médio em que estuda, na Oxford High School, em uma comunidade no Michigan, nos Estados Unidos. 

 

Um dos estudantes faleceu a caminho do hospital quando era encaminhado por uma viatura de polícia. Algumas pessoas que foram feridas estão em estado grave. Uma estudante de 14 anos passou por uma cirurgia e foi colocada em ventilação mecânica. 

A polícia local recebeu mais 100 ligações com relatos de um atirador, no horário do almoço, hora local. Uma estudante de 15 anos relatou para a imprensa local que viu um colega sangrando no rosto, após os tiros, e que todos correram para os fundos da escola para se esconderem.

A escola foi fechada durante o atentado e os estudantes foram abrigados em salas de aula que foram trancadas.

O autor do atentado foi detido sem oferecer resistência. A arma usada no crime era do pai, uma Sig Sauer 9mm, com sete cartuchos de munição, que o estudante tinha comprado na última 6ªfeira (26.nov). A identidade do atirador não foi divulgada.

Veja os nomes das vítimas fatais: Tate Myre, 16 anos, Hana St. Juliana, 14, e Madisyn Baldwin, de 17. Myre morreu a caminho do hospital em uma viatura da polícia.

Um professor foi atingido no ombro, mas teve alta. Outros sete estudantes com idades entre 14 e 17 anos continuam internados com ferimentos a bala.

A direção da escola emitiu um comunicado no começo de novembro sobre supostas ameaças de ataque que foram feitas nas redes sociais à escola, mas disse que não encontrou evidências sobre a possibilidade.

Estamos cientes dos inúmeros rumores que circularam por todo o nosso prédio esta semana. Entendemos que isso criou alguma preocupação para alunos e pais. Saiba que analisamos todas as preocupações compartilhadas conosco e investigamos todas as informações fornecidas. Alguns rumores evoluíram de um incidente na semana passada, enquanto outros não parecem ter qualquer conexão. As interpretações dos alunos de postagens em mídias sociais e informações falsas exacerbaram a preocupação geral. Queremos que nossos pais e alunos saibam que não houve ameaça ao nosso prédio nem aos nossos alunos.

A segurança de nossos alunos e funcionários é sempre nossa prioridade. Para realizar essa tarefa, OHS tem vários profissionais altamente treinados que trabalham para manter nosso prédio seguro e protegido. Temos conselheiros e assistentes sociais que trabalham diariamente com os alunos. Também temos dois guardas de segurança altamente treinados e um Oficial de Recursos do Condado de Oakland no local que também nos auxiliam. Entre em contato conosco se estiver ciente de uma ameaça ou preocupação específica que você ouviu diretamente.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: