“Está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar”, afirma Bolsonaro

Na última terça-feira (16), Jair Bolsonaro afirmou que tomará “medidas legais” para defender a Constituição Federal. No entanto, nesta quarta-feira (17), o presidente voltou a declarar que considera ter havido “abusos” no que se refere à ordem do Supremo Tribunal Federal (STF) para quebrar o sigilo bancário de dez deputados e um senador bolsonarista.

A quebra de sigilo bancário foi uma solicitação da Procuradoria-Geral da República (PGR) para identificar organizadores e financiadores de atos antidemocráticos. A ação foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na terça-feira (16).

Nesta manhã, o presidente se reuniu com apoiadores no Palácio da Alvorada e afirmou que está “fazendo o que deve ser feito” e que, em pouco tempo, tudo será colocado “no seu devido lugar”.

Ao sair do Palácio da Alvorada, o mandatário afirmou: “Tem gente que nasceu 40 anos depois do que eu vivi e quer dizer como eu devo governar o Brasil. Estou fazendo exatamente o que tem que ser feito. Eu não vou ser o primeiro a chutar o pau da barraca. Eles estão abusando, isso está a olhos vistos. O ocorrido no dia de ontem, quebrar sigilo de parlamentar, não tem história vista numa democracia por mais frágil que seja. Está chegando a hora de colocar tudo em seu devido lugar”.

O presidente esclarece que todos devem saber o que significa democracia. “Não devo nada a ninguém do que estou fazendo. Está chegado a hora de acertarmos o Brasil no rumo da prosperidade e todos entenderem o que é democracia”, continua. “Democracia não é o que eu quero, nem você, nem o que um poder quer, o que outro poder quer. Está chegando a hora, fique tranquila”, completa.

Uma apoiadora se queixou ao presidente que corre o risco de ser presa. “Eles já estão com mandado (de prisão). Três amigos nossos foram presos ontem sem fazer nada, não temos um estilingue para se defender. Não pedimos intervenção”, afirma a mulher a Bolsonaro. Em resposta, o mandatário falou que estilingue é ação, o que seria outra coisa, mas não pensamentos e palavras.

Da Redação.

Categoria(s): Politica.

Comente: